Poesia

  • Papiro de carne

    Escrevo como quem enrola papiro. Minha superfície de escrita é meu corpo.   As idéias escorrem pelos cabelos e...

  • Abre-alas

    Quero a poesia rebelde éter das alturas absinto dos antigos   Quero essa loucura alegre serenata das...

  • Umbilical

    prender-se ao próprio...

  • Mito-lógicas

    I   Nos muitos fragmentos de vida - retalhos fáceis, com melodia, sem ampla medida - figuram nostalgia, ações...

  • Manancial das águas claras

    Manancial fulgurante de onde sai meu monstro angelical cheio de candura e beleza amor e pureza de leito...

  • Sujeira

    meu corpo eu lavo e assim me dispo de tudo o que me é afeito e tudo o que é feito de mim eu lavo de mim   meu...

  • Ânfora Ânfora

    minha vida é uma ânfora plena de cuidados e de afetos   uma trilha de pés descalços estrelas pintadas pelo...

  • Gutural

    eu ouço os sinos tocarem e penso que sonhos são sinos que ardem   eu ouço os sinos tocarem e minha igreja está sem...

  • Lunática

    lunática me vejo construindo luas acenando a elas na noite dos meus dias   lunática estou lunarizando a...

  • Eu Eu

    não quero ser você. não quero ser mais ninguém. não quero ser ontem, nem hoje. não quero ser amanhã. só quero ser...

Itens: 1 - 10 de 28
1 | 2 | 3 >>

"nossos textos digitais
são incrementos
de nossas falas coloquiais"

(Rosy Feros)

Contato

Rosy Feros
São Paulo, Brasil

<© 2008 - 2017, Rosy Feros. Direitos Autorais Reservados. Textos e imagens licenciados sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito à autora original ("Rosy Feros")

Crie um site grátis

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!