História para embalar a vida

transformar veludo em aço

é meu cansaço

e minha sede é ter em vida

uma história e rede

 

uma história para embalar a vida

e uma planta para matar a sede

 

casar o ar com a terra

é minha quimera

e deter as asas de meu vício

é me viciar sem elas

 

cada um contará sua história

da maneira que lhe convier

mas a sede quem mata é a vida

que se planta como quer

 

[© Rosy Feros, 1999]

 

 

Contato

Rosy Feros
São Paulo, Brasil

<© 2008 - 2017, Rosy Feros. Direitos Autorais Reservados. Textos e imagens licenciados sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito à autora original ("Rosy Feros")

Crie um site grátis

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!